Pular para o conteúdo principal

TIRINHAS


 
 
 
 
 

 





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CADMIEL: UMA HISTÓRIA SEM FIM

Por João Marcos Bezerra jmarcoscb@gmail.com

“Todo ser que respira louve ao Senhor. Louvai ao Senhor!” (Sl 150.6)
Em meados de 1998 um garoto chamado Daniel Luz resolveu reunir alguns amigos na Pizzaria Varandão, no Conjunto Ceará, em Fortaleza. Você imagina para quê? Formar uma banda evangélica. Foi um encontro bem engraçado, apesar do objetivo ser sério, mas tinha que ser assim numa reunião com caras palhaços. E o mais hilário era que dos componentes, nenhum era “músico” experiente ou desenrolado. A não ser o Alessandro que já tocava violão a um bom tempo, mas que passaria para o baixo – instrumento que não lhe era familiar. O grupo se formou em torno de uma rodada de pizza, conversas, piadas, presepadas e uma oração ao final, nascendo aí o Agnus Dei. Este nome foi mudado, antes do primeiro ensaio, porque era muito utilizado no meio católico, para Éfeso, que era ainda mais usado como nome de grupos musicais no meio evangélico. Após diversas conversações, pesquisas na Bíblia e em dicionári…

FUSÃO

ALÉM DE UM PALMO DO NARIZ

Por João Marcos Bezerra jmarcoscb@gmail.com Baseado no livro “Liderando com a Bíblia” de Bill Hybels, Ken Blanchard e Phil Hodges
Quem já ouviu a expressão “não enxerga um palmo diante do nariz”? Isto normalmente é dito a quem bate em pessoas e objetos enquanto se movimenta ou a quem dar topadas frequentemente. Quem já passou por isso ou conhece alguém assim? Eu sim! Agora, imagine quem não enxerga de verdade, não é só falta de atenção. Como deve se sentir por não ver o que acontece a sua volta? Esta pessoa deve se esforçar o bastante para usar todos os outros sentidos para tentar substituir o que falta. O personagem da Marvel, o Demolidor, é um exemplo disso (risos). Já o que tem falta de atenção, não tem como apurar os outros sentidos para substituir a visão, pois ele ainda enxerga. Este caso, acredito que é mais grave do que a cegueira verdadeira, pois enxerga e não vê o que está diante do seu nariz. Gosto de pensar que além de um palmo do nariz está o nosso futuro e não as coisas que …