Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2012

O CHORO DO PROFETA

Imagem
Por João Marcos Bezerra
jmarcoscb@gmail.com Texto Base: Lm 2
Meus olhos estão cansados de chorar, minha alma está atormentada, meu coração se derrama, porque o meu povo está destruído, porque crianças e bebês desmaiam pelas ruas da cidade. Eles clamam às suas mães: “onde estão o pão e o vinho?” Ao mesmo tempo em que desmaiam pelas ruas da cidade. (Lm 2.11,12 NVI)
Este é o lamento do profeta Jeremias pela desolação que o povo escolhido de Deus sofreu por Nabucodonosor, rei da Babilônia, em 586a.C. Havia grande miséria nacional e a dor sentida era enorme, o que levou o mesmo profeta que proferiu os alertas divinos ante a conquista inimiga no livro de Jeremias a chorar “até cansar” e escrever de forma poética e dolorosa, com cantos fúnebres, a ruína de Judá. Imaginem como é triste ver pessoas passando fome, sentindo dor, desalojadas, sem ter para onde ir, com frio e sede. Isto é algo comum na sociedade atual, mas naquele cenário a destruição foi causada por guerra, pela “espada do inimigo”. M…