Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

ATÉ QUANDO SENHOR?

Por João Marcos Bezerra
jmarcoscb@gmail.com Textos Base: Hc 2.6-19 NVI
Atualmente, é comum ver pessoas buscando enriquecer facilmente, extorquindo outros, superfaturando obras para tirar dinheiro da máquina pública e agindo com maldade. É triste e assustador, mas é fato! Neste momento me recordo do profeta Habacuque que viu, em sua época, a iniqüidade e a impiedade do seu povo e das nações poderosas que dominaram a Israel e dominariam a Judá. Com isso, ele clama a Deus e questiona:
Até quando Senhor, clamarei eu, e tu não escutarás? Ou gritarei a ti: Violência! E não salvarás? Por que razão me fazes ver a iniqüidade, e a opressão? Pois a destruição e a violência estão diante de mim; há também contendas, e o litígio é suscitado. Por esta causa a lei se afrouxa, e a justiça nunca se manifesta; porque o ímpio cerca o justo, de sorte que a justiça é pervertida. (Hc 1.2-4 ARA)
Em nosso país, Brasil, a corrupção faz parte da vida de nossos políticos e da nossa sociedade de tal forma que não há um…

ORE E ENTRE NA GUERRA

Por João Marcos Bezerra
jmarcoscb@gmail.com Textos Base: Ef 6.18
De joelhos travo mais uma batalha /De olhos fechados, vejo o impossível acontecer / Piso nos restos de uma grande muralha / Destruídas pelo poder de quem luta por mim. (Música “De Joelhos” – Oficina G3)
Entendo que a oração é o momento que nos voltamos para o Deus Todo Poderoso e pedimos o auxílio esperado; é quando assumimos que não podemos continuar a batalha sem o Senhor. E quando nos prostramos de joelhos o Diabo “bate em retirada”, pois sabe que nesse momento o Senhor assume a batalha para si (Sl 140.7). Ouvi certo dia que a oração não é parte de uma preparação para a guerra espiritual, mas é a própria guerra. Então, como estamos caminhando em meio a uma batalha que não é contra homens, mas contra os principados, as potestades, os príncipes deste mundo tenebroso e as hostes espirituais do mal (Ef 6.12), devemos investir ainda mais em oração porque colocamos a batalha nas mãos de quem realmente tem poder: O Grande El Shad…