CHAMADO PARA SERVIR

por João Marcos Bezerra - jmarcoscb@gmail.com
Baseado no Estudo “Mesa Diretora” do livro “A Liderança de Jesus” de C. Gene Wilkes
Texto base: Marcos 10.35-45

Quem quiser ser importante, que sirva os outros. (Mc 10.43b NTLH)

Imagine a seguinte situação, você faz parte de uma turma especial de profissionais que estão sendo capacitados para cargos de liderança na empresa em que trabalha. Daí, dois deles chegam para o instrutor, que também era o presidente da empresa, e pedem para ocupar algum cargo na diretoria executiva. Como você se sentiria? Ficaria indignado ou seria um dos dois pedintes? Pois é! Dois discípulos de Jesus fizeram isso. Foram Tiago e João, os filhos do trovão, Boanerges. “Da pracreditar?!”
Em muitos casos quando pensamos em liderança, imaginamos logo alguém numa posição de destaque, assumindo altas responsabilidades, mas também cheio de direitos e regalias. Afinal, o cara está numa posição privilegiada. Infelizmente, temos esta imagem também quando pensamos em liderança na igreja. Achamos que o pastor é o “presidente supremo da empresa”, os ministros são os “bonzões” e os demais líderes são os “caras”. Todos cheios de privilégios! Isto não é a realidade dos fatos.
Jesus disse: “Como vocês sabem, os governadores dos povos têm autoridade sobre eles e mandam neles. Mas entre vocês não pode ser assim. Pelo contrário, quem quiser ser o primeiro, que seja o escravo de todos” (vs.42,43). O pensamento que temos da liderança na verdade é um pensamento de um líder dentro dos padrões não cristãos. Eu já pensei assim! Isso faz com que nós, pessoas simples, não queiram se tornar líder de alguma coisa na igreja.
Jesus foi bem claro quando disse aos discípulos que eles não podiam ter este pensamento. Para serem líderes na Igreja, os apóstolos deveriam servir a todos os irmãos e àqueles que se achegariam à igreja. O próprio Cristo deu o exemplo! Em Marcos 10.45 está escrito que “o Filho do Homem não veio para ser servido e sim para servir, e dar a sua vida em resgate de muitos”. Então, o líder cristão na verdade é aquele que serve os outros, assim como Jesus serviu. Aquele que busca a posição não entendeu o ensino do Mestre.
Mas o que é ser servo? O Babilon descreve como “aquele que não tem direitos, ou não dispõe de sua pessoa e bens”. A palavra grega doulos, usada no texto bíblico base, significa “alguém que se rende à vontade de outro; aquele cujo serviço é aceito por Cristo para estender e avançar a sua causa entre os homens; dedicado ao próximo, mesmo em detrimento dos próprios interesses; escravo” (Bíblia Strong). E o próprio Jesus demonstrou que ser servo era deixar a mesa para lavar os pés dos discípulos (Jo 13.3-11) e abrir mão da sua divindade para ser o sacrifício perfeito para a nossa salvação (Fp 2.5-11).
Jesus falou para os seus discípulos serem servos uns dos outros. Mas o que é ser discípulo? É viver debaixo da disciplina do Mestre, imitando-O para um dia ser igual a Ele. Se Jesus é o nosso mestre, devemos viver debaixo do Seu ensino e seguir o seu exemplo. Então, devemos servir uns aos outros como discípulos e imitadores de Cristo. E, já que servir é liderar, dentro do modelo de Jesus, devemos também ser líderes na Igreja do Senhor.
Com isso, quando pensarmos sobre liderança, não deveremos pensar em posição ou privilégios, deveremos olhar para o exemplo do nosso Mestre e entender que ser um líder na Igreja é servir. Devemos colocar os nossos dons e talentos a serviço dos irmãos. Daí também, por meio do nosso exemplo de liderança e serviço, imitando a Jesus, outros conhecerão a Ele e O terão como Senhor e Salvador. Entenda que o seu chamado foi para liderar, ou seja, servir. Se você não está disposto a servir, você não está imitando a Cristo e está longe de ser quem Ele quer que você seja, um discípulo Dele. Pense nisso! Deus abençoe!


“Os líderes-servos renunciam aos seus direitos para encontrar grandeza servindo aos outros.”

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SÓ QUEM PODE ME JULGAR É DEUS! SERÁ?!

CADMIEL: UMA HISTÓRIA SEM FIM

PRECISAMOS FALAR DE SUICÍDIO NA ADOLESCÊNCIA?