PELO PODERES DE CRISTO, EU TENHO A FORÇA PARA ENFRENTAR QUALQUER SITUAÇÃO



Por João Marcos Bezerra
Texto base: Fp0 4.10-13

O que você entende quando ouve ou ler o verso: “tudo posso naquele que me fortalece”? Sinceramente, sinto-me poderoso a ponto de conseguir passar por cima de tudo – mover montanhas (Mc 11.25), de resistir ao diabo para que ele fuja de mim (Tg 4.7), de ser um super vencedor (Rm 8.37) e para muitos outros atos. Porém, este texto não tem nada a ver com isso. Tudo bem, quando lemo-lo e compreendemos toda a Bíblia entendemos isso. É fato de que isso não é falso, mas o contexto de Fp 4.13 não se trata disso. Por isso, vamos conversar um pouco sobre o contexto de Fp 4.10-13:

Na minha vida em união com o Senhor, fiquei muito alegre porque vocês mostraram de novo o cuidado que têm por mim. Não quero dizer que vocês tivessem deixado de cuidar de mim; é que não tiveram oportunidade de mostrar esse cuidado. Não estou dizendo isso por me sentir abandonado, pois aprendi a estar satisfeito com o tenho. Sei o que é estar necessitado e sei também o que é ter mais do que é preciso. Aprendi o segredo de me sentir contente em todo lugar e em qualquer situação, quer esteja alimentado ou com fome, quer tenha muito ou tenha pouco. Com a força que Cristo me dá, posso enfrentar qualquer situação.

Em vez de “Posso todas as coisas naquele que me fortalece” gosto mais desta versão (NTLH): “Com a força que Cristo me dá, posso enfrentar qualquer situação”. E é por isso que o nosso tema é “Pelos poderes de Cristo, eu tenho a força para enfrentar qualquer situação”. É isto o que o contexto do verso de Fp 4.17 quer dizer realmente. Nada de super poderes, mas de circunstâncias adversas suportadas com o poder do Senhor. Nisto aprendemos algumas lições que quero compartilhar:
1º) Aprendamos a interpretar o texto pelo contexto para não gerar pretexto
Esse é um mal usado por muitos pregadores eloquentes e também por outros inocentes que gerou más interpretações e atitudes equivocadas, como a história do pastor que leu Os 1.2 (“Vai, toma uma mulher de prostituições e terás filhos de prostituições”) e entendeu que deveria fazer isso. Com isso, ele tomou a mulher de um irmão da igreja e adulterou com ela sob o consentimento do marido. Afinal de contas era o pastor e interprete da Palavra que falava.
2º) Agradeça a Deus por quem lhe dá o sustento
Seja os pais, seja o trabalho ou a Previdência Social, seja grato a Deus pelas pessoas que lhe ajudam no sustento diário (v.10). Você tem um emprego e um patrão chato? Agradeça a Deus por eles. Agora, isso não quer dizer que você tenha que se acomodar no que você já alcançou. O Senhor lhe deu condições também para buscar melhorar. A responsabilidade é sua! Só “ponha a sua vida nas mãos do Senhor, confie nele, e ele o ajudará” (Sl 37.5).
3º) O cristão também pode sofrer
Você já pensou se fosse pobre ou estivesse em sofrimento? Como você viveria se só tivesse a roupa do corpo e o alimento básico diário? Você seria grato a Deus por isso? Atualmente somos bombardeados no ter, tanto pela mídia secular, como pela igreja. A Teologia da Prosperidade ensina que a benção material é resultado de uma vida santa, íntima de Deus e abençoada. Isso coloca na margem todos os irmãos que vivem em condições financeiras adversas diariamente.
O apóstolo Paulo no contexto bíblico em questão fala justamente das suas condições. Estava preso (1.7) e necessitando da ajuda dos irmãos (4.10.11), apesar de ser um construtor de barracas (At 18.1-3). Com isso, ele simplesmente diz “sei o que é estar necessitado e sei também o que é ter mais do que é preciso” (v.12). Este homem já fora um “oficial do templo”, caçando cristãos (At 9.1,2), e sabia o que era ter. No momento em que escreveu esta carta estava em outras condições.
Gosto também sempre de lembrar e recitar Mt 6.33 dentro do seu contexto que quando se lê “e todas essas coisas vos serão acrescentadas” está se referindo a comer, beber e vestir. Está duvidando? Vá leia lá em Mt 6.25-34. Nisso entenda que as dificuldades financeiras não são um castigo de Deus a sua vida e sim, na grande maioria das vezes, ser incompetência ou descuido nosso.
4º) Aprenda o segredo da alegria
“Aprendi o segredo de me sentir contente em todo lugar e em qualquer situação” (Fp 4.12b). Qual é este segredo? Eu quero também! Você quer? Como um homem que passava necessidade e estava preso poderia se sentir alegre, contente? Isso é estranho demais!
Em Gl 5.22 aprendemos por meio de quem se produz esta alegria: o Espírito de Deus. Não só alegria, mas amor, paz, paciência, delicadeza, bondade, fidelidade, humildade e domínio próprio. Você sente falta de alguma dessas características? Peça a Deus que Ele dá. Também encontramos em Rm 14.17 a seguinte revelação: “Pois o Reino de Deus não é uma questão de comida ou de bebida, mas de viver corretamente, em paz e com a alegria que o Espírito Santo dá”. A comida e a bebida representam o material. A nossa alegria não está nisso. Mais uma vez é reforçado que é o Espírito que dá. Então, busque Nele.
5º) Encontre força na fonte certa
O herói infantil da década de 80, He-Man, invocava os poderes de Grayskull para deixar de ser um covarde filho do rei de Etérnia e se tornar o grande guerreiro do seu mundo. Neste contexto Paulo mostra que a sua força está naquele que detém todo o poder no céu e na terra (Mt 28.18), Jesus Cristo. Esta é a mesma força que faz transpor montanhas, resistir ao diabo e ser um super vencedor.
Nisso, o Senhor Jesus mostra a sua misericórdia para conosco e nos concede a sua força para ser santo e amadurecer espiritualmente (2Co 1.12, 7.1, 1Pe 2.1-3), para vencer o medo (2Tm 1.7, Lc 12.4-7, Jo 16.33), para cumprir a Missão (Mc 16.15-18, Lc 10.19,20, At 1.8) e para enfrentar todas as situações que vierem – sejam boas ou ruins. Devemos sempre buscar a força no lugar certo e não invocar em Grayskull ou em outra entidade qualquer. É Deus que a concede por meio de Cristo e através do Espírito Santo a cada um segundo a porção que Ele quiser.
Deus nos abençoe e nos faça compreender e buscar Nele a força para a vitória!

Comentários

marcela gomes disse…
Muito bom, muito bem escrito.

Postagens mais visitadas deste blog

CADMIEL: UMA HISTÓRIA SEM FIM

SÓ QUEM PODE ME JULGAR É DEUS! SERÁ?!

FUSÃO NUCLEAR