CASAS APAINELADAS


Por João Marcos Bezerra
Texto Base: Ag 1

Acaso, é tempo de habitardes vós em casas apaineladas, enquanto esta casa permanece em ruínas? (Ag 1.4 ARA)

As profecias de Ageu foram direcionadas aos judeus remanescentes, que haviam retornado do cativeiro persa para Jerusalém, mais precisamente no ano de 520a.C, durante o reinado persa de Dario Histapes (SHEDD). Neste período Judá era uma província da Pérsia e estava sob o governo de Zorobabel (28ª geração de Abraão a Jesus), assessorado pelo sumo sacerdote Josué, que foi comparado a Cristo na 4ª visão do profeta Zacarias, contemporâneo de Ageu. Detalhe: este não é o Josué sucessor de Moisés. Estamos falando de uma diferença de 941 anos e o líder guerreiro de Israel viveu apenas 110 anos.
Antes dessas profecias, o Senhor havia falado ao rei persa Ciro para enviar de volta alguns judeus para reconstruírem o Templo de Deus (Ed 5.13). Isso aconteceu! Entretanto, após a morte deste rei, os inimigos de Israel aproveitaram e forjaram acusações contra os hebreus. Estas foram acatadas pelo novo rei, Assuero, também conhecido como Xerxes, esposo da rainha Ester (Ed 4.6-24 / Et 2). Com isso, ficou proibida a continuidade das obras. Após 16 anos de obras paradas, parecendo até algumas obras públicas que conhecemos atualmente, o Senhor levanta um profeta e reclama a reconstrução da Sua Casa. É neste ponto que entra o nosso texto base!
Deus revelava ao Seu povo que estava insatisfeito com a negligência para com Seu Templo. Enquanto que as casas dos judeus estavam sendo construídas em fino acabamento ou apaineladas. O Dr. Russell Shedd observa: “A pergunta direta do Senhor anula suas desculpas esfarrapadas. Eles possuíam lindas e luxuosas casas, mas não construíram a casa do Senhor. Há algum paralelo hoje?” (comentário da Bíblia SHEDD). Diante deste questionamento, podemos perguntar também: atualmente estamos descuidando da casa do Senhor?
Quais as nossas prioridades? Quantas vezes buscamos a comunhão com Deus na oração, na leitura da Palavra, na igreja e no contato com nossos irmãos em Cristo? A como anda a nossa vida espiritual? Onde e como estamos cultuando ao Criador? Quanto tempo gastamos com os nossos estudos e em aumentar nosso conhecimento? Onde fica guardado a Palavra de Deus? Na mesa ao lado da cama ou em nossa mente? Quem rege a nossa vida? O Senhor ou nós mesmos? A resposta a essas perguntas responderá a primeira.
Em 1Co 3.16 lê-se: “Vocês não sabem que são santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vocês?” (NVI). Hoje não temos mais o Templo do Senhor em Jerusalém para prestarmos culto, mas temos a nova casa do Espírito Santo de Deus, nós mesmos. É neste templo que devemos prestar cultos ao nosso Criador. É neste templo que devemos investir tudo o que temos para que seja o mais belo possível. É neste templo que devemos passar o maior tempo possível. Todavia, em muito prestamos cultos, investimos na sua beleza e passamos tempo nele, mas para o Deus errado e com o propósito errado. Esta mensagem do Senhor, através do profeta Ageu, é para nós hoje também.
Nós somos o nosso próprio deus! Prestamos culto para engrandecer a nossa alma e nos envaidecermos. Nós investimos tudo o que temos para deixar o nosso templo belo, por fora. Porque aplicamos o possível em nosso conhecimento, em nossa vida profissional, em nosso nível acadêmico e em nosso corpo sarado. Nós passamos o maior tempo possível nele para ver como podemos ficar mais belos, mais inteligentes e mais ricos.
Para mudarmos esta situação devemos observar, aprender e aplicar algumas lições dentro do mesmo contexto:
1.      Se não construir o Templo, não adianta garantir o seu sustento
“O povo está dizendo que ainda não chegou o tempo de reconstruir o Templo” (v.2). Sempre pensamos que devemos primeiro nos garantir, ou seja, estudar e se tornar um profissional e uma pessoa de sucesso antes de buscar a Deus. Isso é uma mentira! Necessitamos de Deus para alcançarmos o sucesso! O Senhor é quem supre todas as nossas necessidades (Mt 6.33) e é Ele que nos dá o conforto e a confiança de que teremos um futuro de sucesso.
2.      Ouçam as orientações do dono da casa
“Agora, vão até as montanhas, tragam madeira e construam de novo o Templo” (v.8). O Templo de Deus somos nós. Construímos o Templo quando crescemos espiritualmente e nos tornamos servos fortes e sensíveis à “Vox dei”. Todas as orientações para desenvolvermos nossa vida espiritual estão na Bíblia, numa vida de oração e na comunhão com os irmãos em Cristo.
3.      Assim como Zorobabel e Josué, tema e obedeça
“Então Zorobabel, filho de Salatiel, e o Grande Sacerdote Josué, filho de Jozadaque, e todos os que haviam voltado do cativeiro na Babilônia temeram a Deus e obedeceram à mensagem que o Senhor, o Deus deles, tinha mandado por meio do profeta Ageu” (v. 12). Atualmente, temos vários profetas que se levantam a alertar o povo sobre o caminho errado em curso. Com isso, devemos ouvi-los, temer ao Senhor que envia esta mensagem e obedecer às ordens.
4.      Não retarde em começar

No segundo ano do reinado de Dario, rei da Pérsia, no primeiro dia do sexto mês, o Senhor Deus mandou uma mensagem por meio do profeta Ageu… Eles foram e começaram a trabalhar no templo do seu Deus, o Senhor Todo Poderoso, no dia vinte e quatro do sexto mês do segundo ano do reinado de Dario. (v.1a,14b,15)

O povo de Israel começou a obra em 24 dias e nesse meio tempo foram em busca do material. Então, façamos o mesmo comecemos a obra em nossas vidas imediatamente, pois o tempo ruge e o leão pode nos tragar. “Amanhã pode ser muito tarde, hoje Cristo [nos] quer libertar”.
Não podemos achar que devemos primeiro cuidar em construir casas apaineladas, luxuosas e de fino acabamento. Sem o Templo não há vida espiritual. Sem vida espiritual seremos como os zumbis do “Resident Evil”, vagando pelo mundo e se alimentando de qualquer porcaria. Então, ouçamos e obedeçamos as orientações de Deus, temamos a Ele e comecemos logo a obra do empreendimento que definirá o sucesso em nossa vida. Amém!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CADMIEL: UMA HISTÓRIA SEM FIM

SÓ QUEM PODE ME JULGAR É DEUS! SERÁ?!

FUSÃO NUCLEAR