THE END


Mais um ano se finda e todos se preparam para mais um período de festas, confraternizações, ceias, felicitações, congraçamentos, etc. etc. e etc., resumindo: a mesma coisa de sempre.
Que tal fazermos essas coisas mais de uma vez ao ano? Que tal a cada semestre? Ou quadrimestre? Ou, então, a cada tri? Ou bi? Melhor seria se pudéssemos festejar a vida, confraternizar-se com os amigos, colegas e familiares e felicitar e abençoar a todos diariamente. Isso não seria melhor?
Não critico o momento em si, mas o fato de nos prendermos somente a esse período para agirmos com “bondade” e “bons desejos” para com os outros. Porque quantas vezes ao ano nos fechamos em nossos casulos pessoais e não damos a menor atenção para quem está ao redor? Queremos compensar o tempo perdido uma vez ao ano e, às vezes, tarde demais.
Como estou cansado dessa mesma história anual, quero fazer diferente. Não vou trazer Felicitações e Cia. e sim alguns trechos da letra da música “Noite de Paz”, da extinta banda Fruto Sagrado, para a nossa reflexão:

Você já esqueceu do aniversário de quem você ama? Já esqueceu o nome de alguém que te ama? Chega o fim do ano é tudo igual…
São mais de trezentos dias debaixo da opressão; medo da guerra, da bala perdida; medo do medo da solidão. E vejo shoppings lotados, ruas lotadas, avenidas decoradas por corações vazios.
Feliz Natal, pra criança deixada na rua. Noite Feliz, praquele que não tem o que comer.
Feliz Natal, pro pai desempregado. Noite sem paz, praquele que a morte veio ver.

Nesta primeira estrofe vemos a verdade “nua e crua” que nos cerca e que fingimos não ver. Uma triste realidade social que aceitamos a qual nos acomodamos. E muitas vezes esses corações tristes e pessoas abandonadas estão tão próximos de nós, que entram em nossas próprias casas, quer queiramos, quer não, mas como estamos em nosso casulo de desejos e sonhos egoístas, não damos a atenção necessária. E assim a vida vai seguindo em frente, sem nada mudar, nem o Natal.
Entretanto, algo mudou e muda a história do mundo e de muitas pessoas: Jesus Cristo nasceu e quer nascer em seu coração. Acreditando ou não nisso, Ele é real, é fato. Ele tem mudado a vida de muitos e mudou a minha também. E é por isso que dessa fez tento fazer algo diferente de apenas felicitações e blábláblás repetidos:
Você é um presente de Deus. Você é importante para Ele. E também é importante para mim. Por isso, dedico este texto a você meu amigo, colega e/ou parente.
Cristo está sempre do seu lado e disposto a ouvir a sua suplica, pedido e clamor. Ele quer que você descanse na paz Dele. Basta você se voltar para Ele e buscá-lo com todas as forças.
Também desejo que você nunca abandone os princípios essenciais da vida: verdade, honestidade, justiça, pureza, amabilidade, tudo o que é de boa fama, virtuoso e louvável (Fp 4.8). Nada vale a pena fora desses princípios, pois isto o levará ao sucesso tão esperado em todos os aspectos da vida e o transformará num imortal.

Boas Festas e um 2012 diferente para você,
João Marcos Bezerra

Confira um video da música citada:
http://www.youtube.com/watch?v=a88uu9sWovk

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SÓ QUEM PODE ME JULGAR É DEUS! SERÁ?!

CADMIEL: UMA HISTÓRIA SEM FIM

PRECISAMOS FALAR DE SUICÍDIO NA ADOLESCÊNCIA?