BÍBLIA: PALAVRA QUE LIBERTA

Por: João Marcos Bezerra
jmarcoscb@gmail.com

Antes de começar gostaria de avaliar o mundo em que vivemos: atualmente, vivemos num mundo pacífico, tranqüilo, onde não existem guerras, pessoas que não passam fome, onde a honestidade é vista em todas as pessoas, onde ninguém fala mal do outro. Neste mundo em que vemos pessoas ricas, bem felizes e Deus está no centro de todas as coisas, todos ouvem e cumprem o que Deus diz.
Estou certo? É claro que não. É tudo o inverso. Mas, não podemos deixar de considerar que o mundo é belo. A obra de Deus é uma maravilha, mas o homem a transformou em algo ruim. Estou mentindo? Posso está exagerando. Mas, onde eu quero chegar é: se a Palavra de Deus fosse lida, compreendida e aplicada pelas pessoas, o mundo não seria do jeito que é hoje.
O que posso falar sobre a Bíblia?
Temos Bíblias de todos os tipos, gostos e tamanhos: Bíblia grande, Bíblia pequena, Bíblias na linguagem de ontem, de hoje e de amanhã, Bíblia para crianças, adolescentes, jovens e adultos, homens e mulheres; como também, temos Bíblias normais e Bíblias de Estudo (Sheed, Anotada, Viva, Pentecostal etc.). Mesmo assim poucos lêem este livro sagrado.
Hoje vemos, até mesmo, dentro de nossas igrejas um número crescente de crentes, irmãos em Cristo, que não tem o hábito de ler a Palavra de Deus, que não tem o costume de estudar a Bíblia. E com isso, vivemos um período de crise, no mundo e nas igrejas. Como o mundo seria diferente se a Bíblia fosse lida e aplicada na vida das pessoas!
Atualmente, encontramos muitas pessoas e até mesmos crentes, “servos do Senhor Todo-Poderoso”, vivendo em conflitos interiores, conflitos com outras pessoas, tendo uma vida completamente destruída. E ainda, vivendo em depressão, alcoólatras, adúlteros, envolvidos com ocultismo, esoterismo, e viciados em drogas e em jogo. Vemos, também, jovens, alguns até crentes, “servos do Deus Altíssimo”, que enchem o seu vocabulário de palavrões, de gírias chulas, de imoralidade e promiscuidade, até uns que se prostituem constantemente. Estes não se importam em viver de forma imoral e ignorante, como se não conhecessem a Palavra de Libertação, que é a Palavra de Deus.
São essas as pessoas que estão no mundo, são esses os crentes que inundam as nossas igrejas. Tudo isso por quê? Porque desprezam a Palavra de Deus.
No decorrer deste estudo teremos como texto base Jo 8.31,32 que diz: “Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente, sereis meus discípulos e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”.
Meus irmãos a leitura da Bíblia é tão importante na vida de uma pessoa, que em Jo 8.51 se lê: “Em verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte”. E em Jo 5.39 encontra-se: “Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam”. Quem quer ver a morte? Quem não quer receber a vida eterna? Quem não quer conhecer a Deus? Mas, infelizmente, nem isso é levada em conta e a leitura deste livro sagrado é deixada de lado.
Como disse, existem pessoas que vivem em constantes depressões, se estes lessem a Bíblia encontrariam lá em Sl 42.5-8:

Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas em mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei na salvação da sua presença. Ó meu Deus, dentro de mim a minha alma está abatida; portanto, lembro-me de ti desde a terra do Jordão, e desde o Hermon, e desde o pequeno monte. Um abismo chama outro abismo… Contudo, o SENHOR mandará de dia a sua misericórdia, e de noite a sua canção estará comigo: a oração ao Deus da minha vida.

Também se pode ler no clássico Sl 121: “Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra… O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita… O Senhor te guardará de todo mal; ele guardará a tua alma”. Com estes dois textos e muitos outros, ainda em Salmos ou em outras passagens, encontramos que não há motivo para depressão, de se desesperar.
E ainda, para um conforto maior daqueles que vivem se lamentando com a vida, chorando porque não sabem o que vai ser da vida amanhã deixo a leitura da Palavra em Mt 6.25-32 o seguinte:

Por isso, vos digo: não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo, mais do que a vestimenta? Olhais para as aves do céu, que não semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas? E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura? E, quanto ao vestuário, porque andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham, nem fiam. E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, não vos vestirá muito mais a vós, homens de pequena fé? Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos ou que beberemos ou com que nos vestiremos? Decerto, vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas essas coisas.

Como vimos, Deus cuida de nós. Deus está à frente, Deus está do lado de cada um de nós. E continuando a leitura encontrariam lá em I Jo 5.14,15: “E esta é a confiança que temos nele: que, se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve. E, se sabemos que nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que alcançamos as petições que lhe fizemos”.
Estão vendo? “Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. É na Bíblia que encontramos a Palavra de Libertação. Ela mostra tudo o que precisamos para viver de maneira segura, confiante e descente.
Agora, vamos olhar para o resultado da falta da leitura bíblica no meio dos crentes. O que vocês acham do crente linguarudo (fofoqueiro, reclamão, falador, maldizente, intrigueiro)? Se esse lesse a Bíblia? O que Deus falaria a ele?
Em Tg 3. 6a, 9 e 10 encontramos: “A língua também é um fogo… Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus: de uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim”. E em I Pe 3.10 lê-se: "Porque quem quer amar a vida e ver os dias bons, refreie a sua língua do mal, e os seus lábios não falem engano”. É horrível, irmãos, muitas vezes, saber que muitas coisas acontecem por causa desse órgão tão pequeno e tão afiado. A quem tem esse mal, posso dizer, baseado no que acabamos de ler, que se liberte dele antes que sofra as conseqüências. “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”.
Também, observamos em nossas igrejas jovens cristãos que tem um namoro, ou casamento, conturbado, arrumam parceiros que não são crentes e nem querem saber de Deus. Com estes vivem brigando, discutindo e muitas vezes deixam de ir a igreja, chegam a se afastar de Deus por causa deles. Se lessem a Bíblia veriam em II Co 6.14,16:

Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo.

O que a Palavra diz é que todos devem evitar, se esforçar o máximo possível, fazer tudo o que for possível e necessário para não namorarem, casarem ou se relacionarem com pessoas que atrapalham o seu relacionamento com Deus, sejam descrentes ou até mesmo “crentes”. Deus tem um propósito para o seu relacionamento conjugal. Ele tem a pessoa certa para você. E como saber? Buscando em oração, pedindo aconselhamento e, principalmente, lendo a Palavra de Deus.
E entrando na questão da prostituição, a Bíblia diz o seguinte em I Co 6.18,19: “Fugi da prostituição. Todo pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo. Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?” É isto o que a Bíblia diz.
Muitas vezes, observamos doutrinas diabólicas penetrando em nosso meio. Doutrinas criadas por Satanás e seus demônios. Vemos idéias que não vêm de Deus. Idéias que negam a Palavra de Deus.
Vocês já ouviram falar do crente normal? Vocês conhecem algum crente normal? Eu não sei se conheço, mas já ouvi alguns irmãos em Cristo dizerem que só querem ser um crente normal. Dá pra acreditar?!
Um crente normal é aquele que lê a Bíblia de vez em quando, ora só quando sente necessidade, que vai a igreja no domingo à noite e olhe lá, que prefere, mil vezes, ir para uma festa secular do que ir para um culto ao Senhor. Crente esse, que troca o trabalho no Reino de Deus, para jogar uma pelada, ficar em casa dormindo ou ir ao Shopping; que não sabe falar de Jesus e não conhece a Bíblia. E é por isso que ele deseja ser um crente normal, porque não conhece a Palavra da Verdade, a Palavra Cheia de Poder, a Palavra que Transforma os Corações, a Palavra de Deus.
Se os crentes normais lessem a Bíblia veriam lá em Jo 4.23,24: “Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade, porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. E com Mt 6.33 aprenderiam: “…Buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas as demais coisas vos serão acrescentadas”. Veriam também em I Jo 2.15: “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.” Em I Jo 5.19: “Sabemos que somos de Deus e que todo o mundo está no maligno.” Também leriam em II Jo 7-9:

Porque já muitos enganadores entraram no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne. Este tal é o enganador e o anticristo. Olhai por vós mesmos, para que não percamos o que temos ganhado; antes, recebamos o inteiro galardão. Todo aquele que prevarica e não persevera na doutrina de Cristo não tem a Deus; quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto o Pai como o Filho.

Com isso podemos observar que: CRENTE NORMAL NÃO AGRADA A DEUS. CRENTE NORMAL É MAIS UMA MENTIRA DO CAPETA! Ele usa essa mentira para nos desviar do caminho do Senhor.
Então, baseado em tudo que lemos, vimos que a Bíblia tem tudo o que precisamos para não viver abatido, aflito, angustiado, falando mal da vida dos outros, reclamando, procurando feito um louco o caminho a seguir, a pessoa a quem namorar ou casar e, principalmente, vivendo como um crente normal.
Irmãos, a Bíblia nos ensina como se comportar, com quem andar, como apreciar a vida, até a fazer uma redação. Ensina a organizar o tempo, a fazer música e poesia. Ensina sobre a história do povo judeu e outros povos. Mostra o que acontece com quem é desobediente, mas também mostra o amor de Deus por nós, como diz em Jo 3.16: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça mas, tenha a vida eterna.”
E para finalizar deixo o texto de II Tm 3.16,17: “Toda Escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça, para que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente instruído para toda boa obra”.
Deus abençoe a todos!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SÓ QUEM PODE ME JULGAR É DEUS! SERÁ?!

CADMIEL: UMA HISTÓRIA SEM FIM

PRECISAMOS FALAR DE SUICÍDIO NA ADOLESCÊNCIA?