UM LÍDER MULTIPLICADOR



por João Marcos Bezerra
Baseado no Princípio 3 do livro “O Líder Vencedor” de John Vereecken e nos comentários de John Maxwell na Bíblia da Liderança Cristã

Pela passagem do dia do Pastor não poderia deixar de escrever algo para estes líderes que o Senhor chamou para cuidar dos irmãos. Mas, na verdade, baseado na definição que líder é aquele que influencia outros a alcançarem um determinado objetivo, e que todo cristão é chamado a influenciar homens e mulheres para serem discípulos de Jesus, considerando assim que todo cristão é um líder, escrevo a todos os irmãos.
Então, lembrando da definição de liderança (influência) e da ordem que Cristo nos deixou (Ide e fazei discípulo – Mt 28.19), isto é, “os líderes inspiram outros a liderar” (Marcos Witt e John Vereechen), vamos buscar na vida de Davi a base para um líder multiplicador:

Davi fugiu da cidade de Gate e foi para a caverna de Adulão. Quando seus irmãos e a família de seu pai souberam disso, foram até lá para encontra-lo. Também juntaram-se a ele todos os que estavam em dificuldades, os endividados e os descontentes; e ele se tornou o líder deles. Havia cerca de quatrocentos homens com ele. (1Sm 22.1,2)

Nesta passagem Davi se encontra em fuga para se livrar da morte. O rei Saul temia o jovem porque sabia que Deus estava com o novo rei e procurava matar a este. Adulão era um lugar fortificado, conforme Russel Shedd comenta. Toda a família de Jessé, com medo da perseguição, e outros homens em situação difícil, provavelmente por estarem descontentes com o atual reinado, juntaram-se a Davi, confiando que ali também encontraria um porto seguro.
Todos nós sabemos que Davi foi um homem segundo o coração de Deus, ungido rei de Israel pelo sacerdote Samuel em lugar de Saul e um exímio guerreiro. Então, não é de duvidar que este jovem teria uma influência positiva sobre essas pessoas e os transformaria de “fracassados” em generais e soldados fortes. Isto é comprovado na lista dos valentes em 2Sm 23.8-39 e 1Cr 11.10-47. Daí é importante perceber no ex-pastor de ovelhas que os quatrocentos homens foram atraídos sem que Davi os procurasse; que este conseguiu a lealdade deles sem intensão; que transformou estes homens em vitoriosos lutando lado a lado com eles (John Maxwell).
Com isso, aprendemos que um líder multiplicador é aquele que buscar ser um homem segundo o coração de Deus, aplicando-se a leitura e a prática da Palavra e a oração (2Tm 2.15; 1Ts 5.17); que reconhece que está sob a unção de Cristo para pregar boas novas aos pobres, proclamar liberdade aos presos e recuperação da vista aos cegos, para libertar os oprimidos e proclamar o ano da graça do Senhor (Lc 4.18,19); está pronto para qualquer batalha (Ef 6.10-18); e, que necessita ter um caráter irrepreensível e todas qualidades de um líder cristão, conforme 1Tm 3.1-13. Com isso, de forma natural as pessoas serão atraídas por este guia.
Entretanto, é importante lembrar que, como foi Davi, é necessário também que o líder invista a sua vida nesses discípulos, compartilhando o seu jugo e reconhecendo e desenvolvendo o potencial das pessoas ao seu redor. Só assim este discipulador se reproduzirá nos outros e a liderança cristã será de fato multiplicada para que outros também exerçam sua liderança na igreja e na sociedade. E é aplicando a base deste princípio que seremos líderes multiplicadores como foi Davi, Jesus e os apóstolos. Amém!

“Davi atraiu homens semelhantes a ele, almas aflitas. Ele também reproduziu homens como ele, guerreiros e conquistadores.” (John Maxwell)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CADMIEL: UMA HISTÓRIA SEM FIM

SÓ QUEM PODE ME JULGAR É DEUS! SERÁ?!

FUSÃO NUCLEAR