QUANDO UM SONHO SE APROXIMA DA REALIZAÇÃO



por João Marcos Bezerra

Eu comecei a escrever um breve histórico da minha caminhada até este momento de vitória, mas a leitura estava ficando muito chata e cansativa. Por isso, vou direto ao assunto! Estou vivendo um período muito significativo em minha vida. Mudanças, novos desafios e também vitórias vêm ocorrendo, graças a misericórdia do Senhor. Porque merecer não mereço nadinha, se não fosse Jesus somente a morte (Rm 6.23)!
No último sábado recebi o resultado da minha monografia do Curso de Bacharelado em Teologia. É! Para quem não sabia estava cursando no Seminário Teológico Evangélico Bíblico pelo método de ensino a distância. Depois de 04 anos conclui o curso com nota final 90 após ter dissertado sobre a “Formação de LíderesJovens na Igreja para Renovação Ministerial” em meu TCC.
O trabalho falou sobre a história da igreja no âmbito do discipulado e da formação de discipuladores/influenciadores, novos líderes, desde o início do ministério de Cristo até o contexto atual da igreja no Brasil. Logo após, discorri sobre esta formação no trabalho em células ou grupos familiares na Missão Carismática Internacional e no Centro Mundial de Oração Betânia; no Ministério de Jovens com Propósito da Igreja Saddleback; e, no Geração PHD da PIB de Natal. Foram estudos enriquecedores que já rolavam desde 2008 e foram consolidados neste momento. Mas vamos deixar de lero-lero e seguimos para o principalmente motivo deste editorial!
Dedico este trabalho às três mulheres da minha vida, Irª Marizinha (minha mãe), Rita Alves (minha esposa) e Rute Clarisse (minha filha), que de várias formas colaboraram na formação do meu caráter e da minha personalidade, como também me ajudaram a caminhar de forma reta no Caminho, buscando sempre a orientação de Deus, por meio do ensino de Jesus Cristo e através da ação do Espírito Santo. E também, aos adolescentes e jovens da Primeira Igreja Batista de Natal, por tudo o que tenho aprendido com cada um deles, pela importante colaboração que eles dão ao ministério que o Senhor tem me prestigiado ser usado, pelo carinho e amor dedicados a mim e a minha família e pelo que cada um representa em minha vida.
Agradeço à minha família, Regina, Tone e Joel, Célia, Genivaldo, Caio e Daniel e João Luis, Caroline, Levi, Davi e Giovana, pelo carinho e amor que dedicaram e dedicam a mim nesses 30 anos de vida, como também pelos valores e princípios que ainda transmitem; aos meus amigos mais próximos, Nelson e Angélica, Kleber e Cibele e Daniel e Dayana, pelas longas conversas sobre família, sociedade, igreja e ministério, que colaboram com o meu aprendizado e desenvolvimento espiritual e emocional; ao Pr. Edison Vicente e à Valdice Braga, pelo cuidado, amor e ensino que me têm concedido nesses anos, pelo material disponibilizado sobre o Geração PHD e pela oportunidade que me dão em participar deste projeto e liderar o Ministério da Juventude da PIBN; aos meus irmãos e amigos, que durante todo o tempo de convívio me mostraram que sou alguém escolhido por Deus para fazer parte do Seu Reino, também pela amizade e carinho até hoje a mim ofertados; aos pastores e líderes amigos, por terem disponibilizado materiais, esclarecido dúvidas e contribuído com o meu aprendizado acadêmico, teológico e bíblico, além de haverem dispensado cuidado e oportunidades a mim e a minha família.
E ainda, dedico e agradeço ao mais importante agente moldador desse vaso de barro que sou, ao Deus Todo Poderoso e Pai Eterno, pela oportunidade de viver e conhecê-lo, pelo sacrifício de Cristo na cruz para me justificar e me levar a Ele, pelo consolo do Espírito Santo em todo o tempo, pela comunhão com os irmãos e amigos proporcionado na Igreja e também pela família, amigos, líderes e pastores que conheci e convivi durante toda a minha vida.
          Por fim, quero informar que ainda não sou pastor consagrado. Deus me chamou em 2002 numa reunião de jovens e recebi a confirmação por meio do meu irmão, João Luís, que foi testemunha deste chamado. Ainda estou na caminhada da realização deste chamado que se transformou em sonho desde então. Em breve vem o Concílio – grande desafio para mim, e no tempo do Senhor o sonho chegará. Ele não é utopia. Deus está no controle! Aleluia!

P.S.: No sábado 26/11/2016 fui aprovado no concílio da OPBB, seção Espírito Santo, e no domingo 11/12/2016 consagrado ao ministério pastoral. Demorou, mas tudo é no tempo de Deus que é o Senhor da obra. Glória a Ele!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CADMIEL: UMA HISTÓRIA SEM FIM

SÓ QUEM PODE ME JULGAR É DEUS! SERÁ?!

FUSÃO NUCLEAR