VOCÊ É O CHICO?

-->
Por João Marcos Bezerra
Elaborado especialmente para o ACAMPIBN

Leitura Bíblica: Romanos 8.12-17

Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus. (Rm 8.14)

Num dia qualquer, num local qualquer, numa família qualquer, um jovem rapaz, chamado Chico, ouve a conversa entre seus pais e descobre que não é filho legítimo do marido da sua mãe. Com muita ira no coração, Chico se revolta contra os pais, questiona sobre o seu pai biológico e resolve sair de casa para encontrá-lo.
Seu padrasto fica muito triste com a atitude do rapaz, pois desde bebê os dois viviam num relacionamento intenso de pai e filho. Sempre esteve ao lado do Chico, principalmente nos momentos mais difíceis. E por tê-lo criado, o padrasto se sentia seu pai legítimo.
Mesmo com toda a graça e amor recebido do padrasto, Chico preferiu se rebelar e vagar pelo mundo afora em busca do pai “verdadeiro”, sujeito a todas as privações, medos e conflitos.
Todavia, a atitude do Chico não é exclusiva dele e nem de poucos. A humanidade se rebelou contra o seu Pai, o Deus Criador, quando decidiu desobedecê-lo no Jardim do Éden. E até hoje pagamos o preço disso.
O Criador deu todas as bênçãos, honra e glória a Sua maior criação – o homem, mas a cegueira do pecado fez com que nos rebelássemos contra Ele e abandonássemos a glória de sermos filhos de Deus.
Com isso, passamos a vagar pelo mundo como bastardos sem glória, como um órfão, e também como escravo dos nossos desejos carnais. Porém, o Senhor não desistiu de nos resgatar. Em vez de ficar parado entristecido, Deus enviou Aquele que pode nos levar de volta para casa e nos libertar da escravidão do pecado e também nos deu a oportunidade de recebermos o Espírito que nos torna filhos cheios da Glória do Pai.
Mas para se tornar um filho glorioso é necessário primeiro “com a boca confessar a Jesus como Senhor, e no coração crer que Deus o ressuscitou dentre os mortos” (Rm 10.9) e abrir mão dos desejos carnais (Gl 5.19-21).

Chico preferiu vagar como um bastardo sem glória. Você vai entrar nessa onda também?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CADMIEL: UMA HISTÓRIA SEM FIM

SÓ QUEM PODE ME JULGAR É DEUS! SERÁ?!

PRECISAMOS FALAR DE SUICÍDIO NA ADOLESCÊNCIA?