ORAÇÃO: VIAGEM PARA O CÉU


-->
Texto base: Mt 7.7-11
Por: João Marcos Bezerra


“Peçam e vocês receberão; procurem e vocês acharão; batam, e a porta será aberta para vocês. Porque todos aqueles que pedem recebem; aqueles que procuram acham; e a porta será aberta para quem bate. Por acaso algum de vocês, que é pai, será capaz de dar uma pedra ao seu filho, quando ele pede pão? Ou lhe dará uma cobra, quando ele pede um peixe? Vocês, mesmo sendo maus, sabem dar coisas boas aos seus filhos. Quanto mais o Pai de vocês, que está no céu, dará coisas boas aos que lhe pedirem! (Mt 7.7-11 NTLH)

A oração é o ato de levar a Deus súplicas, intercessões e ações de graças (I Tm 2.1); ou ainda, é conversar com Deus sobre tudo o que vivemos, sentimos e necessitamos. Tem um poeta que define que a “oração é viagem pro céu, comunhão com o pai da criação, Criador” e completa “hoje eu fiz a viagem pro céu”¹, querendo dizer que já havia orado.
Muitas vezes mistificamos a oração ou a transformamos em algo sobrenatural que não é alcançado por “um simples mortal”; é só para pessoas de elevado grau de santidade e intimidade com Deus. Isso é um mito muito perigoso que nos afasta da possibilidade de uma aproximação ao Senhor, pois a oração é a única forma que temos de falar com o Eterno; se não oramos não falamos com Ele; se não falamos com Ele não podemos criar um vínculo, uma intimidade, com Deus. Com isso, afastamo-nos Dele e da Sua graça.
Essa mistificação da oração acontece porque vemos muitas pessoas orando com palavras bonitas, ou até mesmo difíceis de entender; com uma oratória belíssima que nos faz sentir uma incapacidade de falar com Deus por não conseguir orar dessa forma. Isso não é necessário na oração!
A Bíblia traz diversos exemplos de oração: Ana em I Sm 1.11; o rei Davi nos diversos salmos (ver Sl 80 e 143); o rei Ezequias em II Rs 19.15-19, 20.2,3; a Igreja em At 4.24-31; o apóstolo Paulo em Fp 1.3-11; e, o próprio Jesus no Getsêmani (Mt 26.39). Estes nada mais foram expressões do que eles sentiam no momento no qual oraram e não modelos de oração. Eles conheciam aquelas palavras e formas textuais e as usaram para falar com Deus, mas não é por isso que temos que usá-las também.
É através da Palavra que também podemos extrair lições sobre oração:
1.     Deus conhece o nosso coração e deseja que sejamos humildes e sinceros na oração, não usando vãs repetições (Mt 6.5-8);
2.     Deus está sempre atento as nossas orações e disposto a dar aquilo que necessitamos (Mt 7.7-11);
3.     Tudo o que pedirmos com fé, receberemos (Mt 21.21,22, Hb 11.6);
4.     Devemos ser persistentes e nunca esmorecer na oração (Lc 18.1-8);
5.     Devemos pedir em nome do Senhor Jesus (Jo 14.13,14);
6.     Devemos perseverar na oração e vigiar com gratidão (Cl 4.2);
7.     Devemos orar continuamente, gratos a Deus em tudo (I Ts 5.17,18);
8.     Devemos manter o nosso espírito, alma e corpo íntegros e santos, permitindo que o Espírito Santo trabalhe em nós (I Ts 5.19-23);
9.     Não devemos buscar a Deus de forma egoísta para atender nossos desejos pessoais (Tg 4.2,3);
10.           Deus atende nossas orações conforme a Sua soberana vontade e a Seu tempo (I Jo 5.14,15).
Podemos concluir que não há mistério na oração; que não há padrão para a oração – nem mesmo o “Pai nosso” (Mt 6.9-13); que a oração é algo simples e fácil; e que deve ser usada para expressar tudo aquilo que o nosso coração está cheio de forma sincera sem precisar medir as palavras, pois Deus nos ama, e nos conhece, e nos entende.
Por isso, mais uma vez reforço que para orar não é preciso recitar versículos bíblicos, usar palavras bonitas ou que rimam, fazer poesia, falar em línguas estranhas ou seguir um padrão bíblico. Só é preciso conversar com Deus, assim como conversamos com aqueles que amamos, entendendo que a nossa relação com Ele é de Senhor e Pai para servo e filho e deve haver reverência e respeito.
Então, não devemos temer em orar, seja em secreto ou em público, pois é através da oração que conversamos com o Pai e viajamos para o céu. Por isso, faça a sua oração agora e viaje a presença do Criador.
Deus abençoe geral!

Comentários

João Luis disse…
Esse texto é uma benção! Marquim, faça a vontade do Pai, que Ele satisfará os desejos do teu coração. Busque mais do Senhor que coisas sobrenaturais irão acontecer na sua vida. O que você viu até agora, não se compara com o que há de vir. Te amo meu irmão! Seu blood brother.

Postagens mais visitadas deste blog

SÓ QUEM PODE ME JULGAR É DEUS! SERÁ?!

CADMIEL: UMA HISTÓRIA SEM FIM

PRECISAMOS FALAR DE SUICÍDIO NA ADOLESCÊNCIA?